O que você vai querer ser quando voltar a ser criança?

Se você era como eu (e como muitas outras pessoas), quando era criança olhava para os adultos como um certo olhar mágico.

Parecia que aqueles “gigantes” tinham tudo de bom: podiam dirigir, ficar acordados até tarde, passear com os amigos sem pedir permissão aos pais, e escolher um monte de outras coisas sem depender do dinheiro ou da autorização de ninguém …

Nos momentos de tristeza ou frustração, olhava para o mundo adulto ao redor e impacientemente pensava: “Ufa, quando é que eu vou crescer? Não aguento mais esta vida de criança!

Algo parecido chegou a acontecer com você?

Pois bem, o tempo foi passando, você foi crescendo, as responsabilidades aumentando e as preocupações tomando parte cada vez maior das nossas vidas.

E, quando mal piscamos os olhos, nos demos conta de que “finalmente” nos tornamos aqueles tão esperados adultos.

Então eu te pergunto: E agora, você já está mais tranquilo com esta chegada? Se sente mais realizado hoje? Aquele adulto que você idealizava quando pequeno continua daquele jeito mesmo, com todos aqueles “poderes de herói” e com o ar de “sabe tudo e pode tudo” ?

Se a tua resposta é sim, por favor receba meus parabéns!

Eu ficarei mais do que feliz em ter a oportunidade de escutar sua história e aprender de suas experiências.

Caso, por algum motivo, você não esteja pulando de alegria pelo estado atual de sua vida, te convido a me acompanhar neste texto em uma reflexão. Se tiver um pouco de paciência e for comigo até o final, tenho esperança de que se despertem em você pelo menos alguns insights que poderão fazer muita diferença na sua vida, e na de quem convive com você.

Agora, vamos para o passo número dois.

Você cresceu e virou um adulto. É verdade que está cheio de deveres e responsabilidades… Mas hoje já pode dormir na hora que bem quiser! Pode sair com os amigos sem pedir permissão para ninguém e pode até dirigir de verdade! Ganha seu próprio dinheiro e pode gastar onde e como quiser!

Então, o que está dando errado? Cadê a tão almejada alegria de viver? Onde foram parar os super poderes dos adultos, que você deveria ter e usar também…?

Alguma dica?

Se me permite compartilhar dos meus pensamentos com você, quero lhe apresentar uma ideia.

Ficarei feliz se puder me escrever e dizer se faz sentido para você.

Passo três – Esclarecendo:

Cada um de nós tem um lado “criança” dentro de si. Não importa se você tem vinte, cinquenta ou oitenta anos, existe um lado infantil que nunca deixou de estar com você.

Algumas pessoas têm mais consciência deste lado e outras menos. Algumas até “tentam achar” que ele não existe, por várias possíveis razões, como o medo da dor que poderiam sentir, dependendo das experiências vividas no passado, por exemplo.

Mas, sinto muito dizer, isto não adianta… Fechar os olhos para não ver alguma coisa achando que ela deixará de existir não funciona, e você sabe muito bem disto…

Acontece que esta parte infantil tem um lado extremamente positivo e importante, inclusive para nós adultos.

Aqui podem estar escondidos nossos maiores tesouros…
Nossos sonhos, alegrias e paixões… Nossas maiores forças e motivações podem estar dentro desta parte que para muitos é só um mero conjunto de memórias do passado, que ficam mais e mais longe a cada dia que passa.

E se a gente não olha para isto, corre o risco de deixar de lado o melhor que a vida tem para nos oferecer.

Então, voltando para o inicio do texto, imagine o que pode acontecer com uma pessoa adulta, sem o acesso à esta parte criança: quando criança queria ser adulta e agora talvez preferia ser outra coisa…

Que desperdício de vida!

A boa noticia é que existe solução!

A Programação Neurolinguística, por exemplo, tem diversos recursos (entre eles uma técnica hipnótica que acessa memórias do inconsciente de forma muito tranquila, rápida e eficaz) capazes de ajudar uma pessoa a resgatar experiências do passado (não importa há quanto tempo já estejam guardadas ou escondidas) e inclusive, caso necessário, dar a elas um novo significado, capaz de produzir resultados muito mais possibilitadores, tanto em termos de sensação quanto na ação.

Uma vez refeita a comunicação entre as partes adulto/criança da pessoa de forma harmoniosa, é muito possível que novos canais de perspectiva se abram na mente, gerando novos insights, ideias e motivações.

Agora, com os sonhos e paixões inerentes à própria essência da pessoa, presentes desde antes de saber falar, e com a autonomia, capacidades e habilidades de um adulto, ela terá todos muito mais recursos para alavancar sua vida, gerando transformações realizadoras e conquistas de inestimável valor!

Gostou do artigo? Compartilhe seu pensamento sobre voltar a ser criança nos comentários!!! Use os botões abaixo para compartilhar com seus amigos nas redes sociais tenho certeza de que eles vão gostar!!!


COMPARTILHAR
Formado em coaching pela International Coach Federation (ICF). Treino indivíduos e equipes, na sua maioria pessoas que querem obter sucesso na carreira e ter uma vida feliz. Seus serviços estão cheios de recursos e ele quer ajudá-lo a alcançar seus objetivos de negócios e de vida.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA